sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

nada a perder



“não tenho nada a perder” é o pior pensamento que um ser humano pode ter, ontem quando eu tava assistindo ao filme A Ultima Parada 174, isso pareceu muito claro na minha cabeça. quem pensa assim realmente não sabe onde nem como parar.
O que aconteceu com aquele garoto, acontece com 1,10,100,1000 garotos todo santo dia, e já se tornou normal, tão normal que 6,7,10 pessoas morrerem baleadas não da mais capa de jornal, é preferível fazer propaganda do litoral, turismo, onde as pessoas buscam paz, esquecem os problemas, as contas pra pagar e tudo mais. mas e os problemas do outros? oq? problemas dos outros? eu já tenho tantos, vo ta me preocupando com os outros? Cada um por si, não é bem assim?

qual é mesmo o significado das palavras demo e kracia?ou será cracia do demo? ahhahaha
me questiono, isso é reflexo do que somos? Se isso é um problema da sociedade, e eu faço parte dessa sociedade, logo, esse problema é meu.
A infeliz realidade mostrada no filme (mesmo com uma certa influencia da mídia sempre querendo virar o jogo ou amenizando para um lado) não é ficção, o sistema cria, oprime e depois mata.
A vida o fez ser assim? ótimo então vamos gastar menos dinheiro com propagandas de preservativos e ensinar valores aos que querem por um filho no mundo hj.
é isso mesmo, se queremos discutir as circunstâncias q levam as pessoas à interagir com o seu lado primitivo e violento, paremos de nutrir as futilidades e os excessos propagandísticos. Chega da utopia social de uma vida à manjares, figurada pelas telenovelas q só mostram uma sutil verdade, produto de um roteiro tão "burro" e fantasioso quanto a mente q o absorve. O povo reclama, mas, chega à noite e senta no sofá querendo ser igual à quem está lá!
O fato é que isso é o progresso, é fruto de uma sociedade capitalista, que se deixa seduzir pela mídia, quem pode comprar o que a tv oferece compra, quem não pode é tratado como um ET, e aí meu amigo ninguém gosta de ser diferente, no inicio se rouba por comida depois se mata por glamour, humildes que veem um mundo surreal pela tela da globo, vivem em constante descontentamento consigo mesmo, tu pode ter um emprego que te sustente mas nunca se sentira realizado..
Queremos sempre mais e mais,
Afinal, não temos nada a perder não é?

Nenhum comentário:

Postar um comentário